1/4

O romance Um animal de Deus, de Walmir Ayala, conta a trajetória do personagem Mário durante um ano na cidade do Rio de Janeiro em que se descobre apaixonado por Rafael, chamado pelo próprio de Arcanjo, e os desdobramentos deste amor não correspondido. Mário é um crítico literário e considera o Arcanjo, seu objeto do desejo, um ser supra-humano que merece todas as deferências e belezas constantes do mundo, pois tudo o que deseja de seu amado é fazê-lo feliz. No entanto, a paixão não pode ser concretizada, porque o Arcanjo é refratário ao amor que lhe é ofertado, pois não se reconhece como homossexual. Talvez seja esse o mote do romance, como amar e sofrer se coadunam em Mário que, ao mesmo tempo, é homossexual e católico.

A fricção entre sexualidade e religião guia o romance em sua produção constante de indecidibilidade em que o leitor é convidado a partilhar com o personagem de seu sofrimento. Assim ficamos conhecendo os personagens e suas incertezas, dificuldades e problemas com suas orientações, ideologias, pertencimentos e afetos os mais diversos.

Nascido em Porto Alegre, em 1933, Walmir Ayala, ingressa no curso de Filosofia da Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Ele mal presta atenção nas aulas e passa o tempo escrevendo sonetos. Aos 23 anos, o escritor então reúne seus textos em seu primeiro livro publicado, Face Dispersa (1955), que chega ao público com o apoio financeiro de sua família. Após esse passo importante, Ayala se sente mais seguro de seu trabalho e abandona o curso, indo para o Rio de Janeiro, onde todos os escritores influentes da época se encontravam. Já no Rio, ele publica Este sorrir, a morte (1957), livro de poemas que vem se juntar às obras que lhe forneceriam a entrada no mundo literário carioca.

Ayala mostrou-se um escritor prolífico durante sua vida, tendo escrito mais de 150 títulos entre romances, contos, poesias e teatro, além de traduções de clássicos e crítica de arte.

A historiografia da literatura brasileira reconhece muito pouco o autor e Um animal de Deus, não se sabe se pela temática, não chamou muita atenção no ano de sua 1ª edição, 1967. Foi mal visto pela crítica que lhe rendeu poucas linhas.

A editora O Sexo da Palavra reedita esta obra com as revisões e correções feitas pelo autor  antes de seu falecimento em 1992, esperando que o texto seja lido pelo público de agora para que os leitores conheçam o trabalho do grande romancista que Walmir Ayala é.

O livro pode ser adquirido por R$ 40,00 + frete + taxa PayPal
Acompanha um pôster tamanho A3.

 

Entregamos em todo o Brasil.

 

14X21 cm, 234 pág. 2020.

COPYRIGHT © O SEXO DA PALAVRA - PROJETOS EDITORIAIS
CNPJ: 33.713.941/0001-21
Av. Dr. Laerte Vieira Gonçalves, 466 - Santa Mônica
Uberlândia - MG
CEP: 38.408-176

Contato: 34-99916-1141